Vídeo porno amador gostosa bastante gostosinha gemendo pra valer nessa foda gostosa com paciênte de campo grande – ms

visualizações

51 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , ,

Vídeo porno amador gostosa bastante gostosinha gemendo pra valer nessa foda gostosa com paciênte de campo grande – ms

Vídeo porno amador gostosa bastante gostosinha gemendo pra valer nessa foda gostosa com paciênte de campo grande – ms

– Mas você acha que nós dois vamos comer esses doces todos, Julia? Assim, ficaremos diabéticos!– Tio, calma… não quero saber de você diabético não, e nem eu! Mas alguns não serão comidos, me aguarde!Já imaginando que ela tinha “planos malignos” ele aguardou, pacientemente. "Posso tirar a roupa? Já chega por hoje né…Todo ainda estava desenvolvendo mas ela ja era bem gostosinhaContinuaprimeira masturbação de uma meninarnrnLembro-me como se fosse hoje… Tinha apenas 19 anos e nada sabia da vida, do corpo… Mal havia tido a minha primeira menstruação…rnComo muitas meninas nessa idade, eu era franzina… Não havia nada em mim que pudesse atrair um garoto, e nem eu pensava nisso também.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. e novamente me agarrou, não demorou muito para que tirase toda sua roupa, ela estava deslumbrante, com um fio dental branco atolado em sua bundinha gostosa, cai de boca e comecei chupara aquela bucetinha gostosa que ja estava toda molhadinha, ela se retorcia toda de tesão, soltava suspiros de prazer e apenas dizia chupa a titia vai…não demorou para que ela caise de boca no meu pau, tia neide tava muito faminta por pica, chupava com força, parecia engolir meu pau, a coloquei de quatro e comei socar, não demorou para que a vadia se retorcese de tesão e gozase, fui no embalo e gozei na sua bunda também… acabamos nos deitando como se fosse um casalzinho apaixonado, tia Neide parecia estar carente, ficamos um tempo abraçados mas nao demorupara que Nedide caise de boca na minha pica novamente, coloquei em posição e fizemos um 69 maravilhoso,a bucetinha da tia Neide é uma delicia, ficamos um bom tempo nessa posição até que novamente comecei a penetrar, parecia que titia não fazia sexo a um bom tempo, pois não demorou a gozar, mas continuei socando foi uma foda sem limites, tentei penetrar em seu cuzinho rosado, mas naquele momento ela pediu que fodese apenas sua xotinha…prestes a gozar Neide caiu de boca fazendo gozar em sua bela boquinha, aquilo me deixou louco gozei como um touro, no momento o tesão tomou conta de mim e acabei a beijando toda suja da minha própria porra foi uma experiencia muito louca, após isso ja estava no horário próximo de minha priminha chegar, tomamos uma ducha rápida nos despedindo com um belo beijo e fui para minha casa…. A Cida delirou e já foi pedindo uma garrafa de vinho e eu como não bebo optei por um refrigerante e ela esvaziou a garrafa rapidinho e me disse que aquilo era uma casa de Swing, eu olhei espantado e disse que ela estava doida e ela insistiu e só então comecei a reparar que a casa era meio esquisita mesmo, mulherada apelando e muito na roupa curta e tudo mais, só que eu estava trabalhando e disse que podia ser mais não estava nem ai, que estava ali a trabalho, e ela querendo se fazer de gostosa ou querendo me dar uma espécie de bronca disse que dois caras tinham passado a mão na bunda dela e que atitude eu iria tomar, e eu não levando a sério já que ela estava de pilequinho fui dizendo se ela tinha gostado das passadas e ele ficou emburrada e eu expliquei que ela tinha se convidado e que eu estava trabalhando e não tinha idéia de nada. Por sermos casados, não nos vemos com frequência, mas as redes sociais e os aplicativos fazem com que nos falemos sempre e nessas conversas sempre falamos saliências. ela praticamente sem tirar o pau do meu cu, continuou a me fuder… eu olhei pra tras e sem pensar falei: Me fode safada!!!Ela meteu com força e eu aguentei gemendo!!Passado um tempo resolvi comer ela tb, não podia desperdiçar aquela bunda maravilhosa… coloquei uma camisinha, mandei ela ficar 4 e mandei ver.

De uns tempos pra cá o desejo aumentou em ter uma mulher conosco na cama, graças a esse site de contos e os pornos.

Num sábado conseguimos nos encontrar, fomos para um motel, ela tinha me falado que me queria de jaleco, então entrei no banheiro tirei tudo e fiquei so de cueca e coloqueo o jaleco, quando abri a porta ela estava nua na cama me esperando, era a visão do paraíso, ali descobri que não era só os braços que eram loirinhos, ela tinha pelinhos loiros pela barriguinha, pela bundinha, pelas coxas, minha rola ficou tão dura que saiu pela cueca, ela fez uma cara de safada quando viu, se levantou e já veio segurando minha rola e beijando minha boca, ela descei beijando meu peito minha barriga ate abocanhar minha rola, colocou ela toda na boca de primeira ( e ela é grande ) depois que engoliu ate se engasgar ela deu uma cuspida na cabeça e fez um boquete delicioso, ela chupava e olhava para minha cara de tesão, quando já não agüentava mais, puxai ela pelo cabelo e coloquei ela na cama, virei ela de costas e fiz uma massagem nela todinha quando ela já não se aguentava de tesão abri suas pernas e com os dedos fiz na sua bocetinha, era carnuda e apertadinha com um bigodinho de Hitler maravilhoso, enfiei meu dedo na sua boceta melada e fui chupando seu grelo, ela gemia e se contorcia de tesão, e foi ai a descoberta que me deixou cheio de tesão….

Mal acreditava no que estava fazendo! Ele permaneceu sem reaçao, apenas assistia ao video.

"– É exatamente o que eu preciso, porra, quente, leite, na cara, no rosto, onde você quiser!Isso sempre foi assim, sempre demonstrando respeito e carinho, um pelo outro, nós somos acostumados a sairmos juntos, sozinhos ou acompanhados é festinhas, baladas ou barzinho e foi num final de semana, quando fomos sozinhos pra casa de campo na chácara do papai, lá tinha uma piscina enorme e como eu não gosto muito de piscina, coloquei o meu biquíni e fiquei tomando sol, para me bronzear, meu irmão estava mergulhando e eu fiquei olhando pra ele e sentindo muito desejo. Então ela continuou a fazer os movimentos, acelerando bastante, até que ele gozou e o esperma encheu a mão dela.

"Essa é a história de uma garota que virgem que sempre sonhou em ficar com Pedro e até que enfim, aconteceuBom, me chamo Valéria, cabelos pretos, olhos verdes, bundinha empinada, conheci o Pedro na internet, sempre trocamos mensagens, mas nunca cheguei a imaginar que teria algo a mais, maaaas, um dia, eu, Valéria, havia ido dar uma volta pela cidade e aproveitei para fazer uns exercícios na praça, na volta peguei uma bela chuva, a minha única saída foi bater na casa de Pedro e pedir abrigo até que a chuva passasse, ele todo educado e mal intencionado(ele sempre quis me comer), Pedro abriu a porta pra mim, me colocou para dentro de uma sala, me deu uma toalha para eu me enrolar e me ofereceu um café e eu aceitei, precisava de algo quente, bebi todo o café e percebi olhares de Pedro sobre meu corpo, sempre olhando minha boca, talvez fosse vontade de beijá-la, bom, a chuva não passava e eu queria muito ir ao banheiro, tive que usar o banheiro de Pedro, a necessidade era muita-Posso usar seu banheiro Pedro?-Pode, é logo ali naquela portaLevantei-me, entrei no banheiro, fiz minha necessidade, quando ia saindo dou de cara com Pedro, que logo me agarra pela cintura e cola meu corpo ao dele, eu queria sair mas ao mesmo tempo queria ficar ali, eu sentia muito tesão por Pedro, Pedro me beijou, nossas línguas faziam uma bela dança, durante o beijo senti Pedro pressionar com força meu corpo ao dele, e é claro, deu pra sentir aquele belo volumePedro me guiou até o quarto dele, e me jogou na cama-Você não imagina o quanto eu esperei por isso Valéria-Imagino sim, eu sempre sonhei em perder minha virgindade com vocêEnquanto falava isso percebi o volume no short aumentar, seria talvez o assunto de ser”virgem” que deixava ele ainda mais excitado, talvez né!?Bom, Pedro se jogou em cima de mim, tirou minha blusa e logo em seguida meu sutiã e começou a mamar em meus seios que já estavam sensíveis e com bicos bem duros de prazer, logo Pedro tirou meu short e em seguida a calcinha e caiu de boca na minha vagina, Pedro lambia com muita vontade, chupava, mordia, e eu me contorcia na cama, nunca havia sentido tanto prazer como aquele em minha vida, durante tantas chupadas e lambidas gozei na boca de Pedro, que fez questão de beber todo aquele mel que ele mesmo conseguiu arrancarTirei toda a roupa de Pedro, o deixando nu na minha frente com aquele pau não muito grande e nem muito pequeno quase na minha cara, Pedro pegou uma camisinha na carteira dele, a abriu, colocou no pau, se deitou sobre mim e iniciou um beijo, enquanto nos beijávamos percebia Pedro enfiar o pênis devagarzinho em minha periquita, ele pressionava, até um certo ponto estava prazeroso, mas logo doeu e eu gritei-Para Pedro, tá doendo-Tem que relaxar, pra poder entrar fácil, confia em mim e relaxaPedro voltou a enfiar e dessa vez com força e rapidez, logo o pau dele entrou todo, eu sangrei um pouco, ele limpou e logo mudamos a posição, era minha vez de cavalgar sobre aquele belíssimo pau, eu estava com vergonha mas até que estava gostando, Pedro se deitou e eu sentei naquele pau, comecei com movimentos leves, mas quando menos imaginei estava ali, rebolando e gemendo sobre Pedro, Pedro revirava os olhos de tanto prazerMudamos de posição várias vezes, até que quando eu estava de quatro, Pedro me avisou que iria gozar-Aaaa, vou gozar, quer esse leitinho quente em você quer gostosa?-Quero, quero ele dentro de mimPedro gozou em mim, aquele jato de porra quente invadiu minha boceta, e eu, fiz questão de meter alguns dedos e lamber um pouquinho daquela porra saborosa que eu mesma conseguiNos deitamos na cama lado a lado, ficamos conversando alguns minutos, Pedro fez outro oral em mim, até que a chuva passou e eu fui pra casa.