Vazou no whatsapp mais um video amador casada fio dental metendo gostoso na buceta dessa rabuda bem deliciosa com o caseiro de são paulo – sp

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Vazou no whatsapp mais um video amador casada fio dental metendo gostoso na buceta dessa rabuda bem deliciosa com o caseiro de são paulo – sp

Vazou no whatsapp mais um video amador casada fio dental metendo gostoso na buceta dessa rabuda bem deliciosa com o caseiro de são paulo – sp

-Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai. Depois que aquela pica grossa já estava tudo dentro do meu cu, ele socava inteirinho e tirar até a portinha e depois socava de novo, apesar daquela dor horrível, eu comecei a sentir prazer a cada socada que ele dava ai eu pedi pra ele socar mais rápido e com mais força, meu sogro dava tapas na minha bunda, me chamava de gostosa e falava que o meu cu era uma delicia, de tanto ouvir pavões e sacanagens, eu entrei em transe e gozei como nunca havia gozado na vida, rapidamente ele tirou o pau do meu cuzinho e gozou na minha boca, fazendo com que eu bebesse toda a sua porra, depois nós tomamos um banho bem gostoso e ele me deu uma carona até a minha casa e durante quinze dias seguido, depois do banho, eu ganhava uma carona …….

Ainda com aquele mastro imenso duro, pôs ela deitada de costas na mesa, segurou suas pernas abertas com os braços e meteu em sua buceta arrreganhada, fodia com força, empurrando seu membro grande e duro nela, a bucetinha arreganhada e vermelha, o grelinho estava inchado, duro, então enfiou as mãos por baixo de sua blusa e apalpava seus seios rijos, apertava com os dedos os bicos entumecidos, abaixava-se sobre ela, chupava e lambia os mamilos grandes e duros por cima do tecido, molhando sua camiseta. Me viro e sento em seu pau, começo a cavalgar com vontade,nossos corpos agora formam um só, mordo e belisco ele, mostrando o quanto sinto prazer em estar montada nele,saio de cima dele fico de quatro,empinada pronta para ele me comer com força,na primeira investida já estou quase gozando,ele continua metendo gostoso,dessa vez gozamos juntos. ola sou joao carlos tenho 42 anos casado ha 20 anos com uma mulher conservadora nunca tivemos lua de mel entam com os filhos criados resolvemos sair de viagem para uma chacara no interior de sao paulo saimos na sexta feira a noite e chegamos de manha cansados o caseiro e sua esposa nos receberam bem eram um casal de mais ou menos 50 anos a esposa era mais nova uns 40 anos logo ela se enturmou com a minha mulher eu e o sr antonio o caseiro nao somos de muita conversa tambem ficamos bem eu sai com minha esposa a cavalo pelo mato fomos ate uma cachoeira comecei a beijar ela logo estava transando eu sempre tive tesao por ela mais aquele lugar me deixou com mais esquecemos do tempo e veio o sr antonio ver oque aconteceu quase vio a gente sem roupa fomos para a casa dormimos um pouco a noite resolvemos sar e ir ate a casa do caseiro ja que nao tinha ninquem conhecido por perto ao chegar la eles estavam transando com a porta aberta o sr antonio estava comendo o cuzinho da esposa ficamos olhando um pouco e voltamos pra casa minha mulher es tava molhadinha e eu de pau duro comi ela na varanda tentei comer o cu dela mais nao deixou disse que tinha medo de doer nao insisti e dormimos de manha a esposa do caseiro veio buscar minha esposa para nadar no lago eu fiquei descansando depois fui tambem escutei uns gritos e me abaixei e vi minha mulher de quatro e seu antonio comendo ela a esposa dele armou tudo nao tive reacao fiquei olhando de pau duro o cara tem um pau duas vezes maior que o meu ela nunca gritou e gemeu daquele jeito comigo me senti um trapo fiz de conta que nem vi quando voltaram eu disse que iriamos embora no outro dia pois tinha negocios pra resolver ela concordou a noite tentei comer ela mais ela nao quiz sai pra fora e camihei ate o lago sr antonio veio atraz e ficamos conversando sem deixar ele saber que eu vi tudo pois estava humilhado eu senti tesao ao lembrar da cena ele me pediu para ver meu pau estranhei mais ele disse que queria me chupar vi ali a chance de me vingar sem jeito eu neguei mais ele pegou no meu pau e abocanhou tudo dizendo meu gostoso comi sua mulher mais queria era te dar naquele escuro via so o vulto dele me chupando entao senti meu pau endurecer ele lambia eu ja nao aguentava mais nunca tinha feito isso com homem ele se virou e eu comi o cuzinho dele ele senou em cima de mim e com a mao acariciava meus graos e passaca o dedo no meu cu eu estava gostando ele tentou me comer mais nunca dei e ele era pauzudo demais depois de um tempo resolvi experimentar ele cuspiu no pau e veio empurrando quando entrou a cabeca senti tanto tesao que me abri e ele pois tudo doeu muito mais ele nao parou ate colocar tudo eu estava quase gozando ele tirou e pediu pra chupar ele me chupava e esfregava o pau duro na minha cara entao eu bati uma pra ele e gozamos depois como se nada tivesse acontecido voltei pra casa abracei mimha esposa no outro dia despedimos deles e fomos embora nois nunca haviamos trido um au outro la fizemos tudo eu sabia dela e ela nao sabe do que eu fiz ate hoje nunca esqueci a cena dela com outro e me mastuebo de lembrar a transa minha e aquele cara que alem de comer minha esposa me comeu tambem.

Foto Perfil carloscostta"Juliana era mulher casada. Minha vida transcorria dentro da normalidade, até que um dia, olhando putaria na internet, abri um site que continha filmes héteros e gays, o que só descobri ao abrir um vídeo que continha uma cena gay.

Tinha outros clientes na loja mas assim que saíram , ela ficou sozinha e chamou o vendedor pra perguntar sobre algum produto da prateleira , ele se aproximou e mesmo do carro , do outro lado da rua eu pude ver que ele não tirava o olho do decote dela , mesmo porquê o decote da loira chamava a atenção de qualquer um que gosta de mulher , rsrsrsrsrs , ele olhava muito também para as pernas que apareciam muito por causa do vestidinho , ela se abaixava pra pegar algo e dava pra ver um pouquinho da polpinha , aí ele despistava e olhava diretamente pra bunda dela , o que já me deixava de pau duro no carro , ficaram assim um tempo , ela andando pra um lado e pro outro olhando produtos e ele a seguindo com os olhos , então ela foi pros fundos da loja para ver louças e talheres eu acho , ele ficou observando de onde estava , a safada fez questão de pegar um íten na prateleira mais baixa quando apareceu sua bunda que escondia uma calcinha fio dental vermelha muito pequena mesmo , deu pra ver até o delicioso pacotão da xoxota dela por trás , reparei que o cara até apertou o pau por fora da bermuda fina e larga , aparentando estar até sem cueca, me deu um tesão danado , até por que ela não era de ousar muito assim apesar de eu sempre pedir pra ela se exibir um pouquinho por aí , ela se levantou e chamou pelo rapaz novamente , ele prontamente foi até ela , pareceu que ele olhou o preço e conversaram um pouco mais , o que a safada não me contou depois , kkkkkkk , só pra me provocar , aí ela escolheu algo ali pra comprar , pra justificar sua permanência na loja mais um pouco , deu a volta nas prateleiras e quando foi passar de volta pra prateleira dos talheres passou bem perto dele , roçando de leve o bumbum no rapaz , aí sim , deu pra ver que ele estava de pau duro com a freguesa que acabara de conhecer , sua bermuda estava evidentemente armada , kkkkkkkkk , volta e meia ele apertava a cabeça do pau e com os olhos vidrados na minha esposa gostosa e safada ; ela foi até o balcão , deixou os produtos e voltou dando mais uma volta em toda a loja , entre as prateleiras , sempre que dava , pegava algo embaixo pro seu vestidinho , já acostumado , se levantar um pouco mais e mostrar o que o rapaz estava louco pra apertar , morder , lamber , sei lá. EU SEGURAVA NA CINTURA DELA E SOCAVA BEM DEVAGAR PARA ELA SENTIR O MEU CARALHO ARROMBANDO ELA ENQUANTO ELA FAZIA MOVIMENTO DE VAI E VEM EU PUXEI O CABELO DELA E SOCAVA COM FORÇA QUE JA ANUNCIAVA QUE IRIA GOZAR NOVAMENTE MIM XINGAVA O CARALHO GOSTOSO NUNCA DEI UMA FODA GOSTOSA DESSAS FODE PORRA FILA DA PUTA ARROMBA SOCA NESSA BUCETA PORRA E GOZAVA EU JA NAO ME CONTROLAVA E JA METIA COM FORÇA DANDO CADA SOCADA QUE ELA DELIRAVA DE PRAZER.

"Este fato aconteceu a alguns anos,eu na época tinha 18 anos e ela tinha 16,era feinha mas tinha um bundão grande e empinado,os seios duros as coxas grossas,de corpo a isabel era um espetáculo(vou chamá-la assim) ela sempre ia la em casa me procurando mas eu olhava pra ela e o pau não subia,até que um dia ela chegou la em casa dizendo que ia embora pra são paulo morar com a mãe e que nunca mais íamos nos ver,mas que ela era doida por mim essa coisas,eu comecei a olhar pras pernas dela,a bicha vestia um shortinho curtinho ligado,e uma tomara que caia,comecei a me animar com aquele corpão,mas logo minha mãe chegou,nós disfarçamos e ela foi embora mas fiquei com tesão nela,depois do almoço minha mãe voltou pro trabalho e eu fiquei sozinho em casa novamente,meia hora depois ela chegou mandei ela entrar passei o cadeado no portão e começamos a conversar na sala,fui me aproximando mais pra cima dela,e disse a ela que ela ia levar uma lembrança minha,comecei a beijá-la passar a mão nas coxas o pau começou a subir logo peguei a mão dela e coloquei nele,ela apertou e começou a me punhetar bem gostoso puxei a blusa dela colocando aquele peitinho duro pra fora comecei a chupar os bicos morder e ela gemendo bem gostoso apertando meu cacete,deitei ela no sofá e comecei a tirar o short dela que meia envergonhada mas liberou,deixei ela pelada e pude ver que era tudo grande e durinho,afastei as pernas dela me ajoelhei e comecei a lamber a bucetona lisinha dela ela apertava a almofada e gemia gostoso,fiquei em pé e coloquei meu cacete que estava durissimo cara a cara com ela,ela alisava e meio sem jeito beijou,segurei na cabecinha dela e fiz com que abocanhasse a vara ela fechou os olhos e mamou deliciosamente eu empurrava com mais força devez em quando encostava na garganta ela queria parar mas eu não deixei,apertava os peitos e socava toda a rola naquela boquinha quente,depois tirei e me posicionei pra enfiar nela que ficou tentando argumentar que tava com medo,que era virgem mas eu estava tarado e não tinha nada ali que me empedisse de meter a rola nela,comecei a beijala pedi pra relaxar que ia gostar,que ela dizia que me amava então tinha que ser o primeiro,e facilmente a bichinha liberou,comecei a empurrar o cacete na xotinha arrochadinha dela,quase não entrava mas com jeitinho consegui aos pouco fui colocando,e ela dava gritinhos mas eu empurrava até tirar aquele cabaço foi maravilhoso ver aquela morena gemendo e querendo chorar,soquei o cacete todinho nela e quando estava quase gozando tirei e gozei em cima daquela bucetona não aguentei dar outra mas fiquei com vontade,se eu soubesse tinha comido ela a mais tempo,no dia seguinte ela viajou e nunca mais eu a ví,soube que casou e que tem vontade de vir visitar a vó,tomara que venha e que esteja gostosa,eu casei mas continuo safadinho. Não sei se quero continuar as sessões ! Acho que preciso refletir sobre isso…"Me chama no Whatsapp para conversamos,  tricar experiência 13974040926– Nossa, que boquinha de veludo, sua safada. Paulo começou a meter bem gostoso.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.