Rabuda Casada – Casal Brasília Df – Primeiro Vídeo

visualizações

58 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , ,

Rabuda Casada – Casal Brasília Df – Primeiro Vídeo

Rabuda Casada – Casal Brasília Df – Primeiro Vídeo

Certa vez em Belo Horizonte, quando ainda havia cinemas no centro da cidade, encontrei um executivo de Brasília-DF terno azul marinho e gravata vermelha no banheiro.

E foi um dia em que eu estava no quarto jogando video-game que ela entrou com aquela roupa. ""Eu sou a Leila, tenho trinta e dois anos, sou casada e não tenho filhos, apesar dos meus trinta e dois anos o meu corpo continua o mesmo, seios durinhos, coxas grossas e uma bundinha arrebitada, que causa confusão por onde eu passo, mas a minha irmã casula e muito mais bonita e muito mais gostosa do que eu, ela tem vinte anos é solteira e tem um corpo que é um espetáculo, confesso pra vocês, apesar de me achar uma mulher fora de serie, eu sinto inveja daquele corpo perfeito que ela tem, até o meu marido, que morre de ciúmes de mim, vivi arrastando as assas pra cima dela, eu já peguei os dois varias vezes de segredinhos um com o outro, quando eu chego perto eles mudam de assunto.

ela me chupou, mas acho que estava com tanta pressa de ficar de quatro que mal deu tempo que curtir aquela boquinha…. No primeiro ano de faculdade fiz muitos amigos,as tinha uma gata que sentava do meu lado chamada Mari ,tinha uns 21 anos,filhinha de papai,mas tinha dificuldades em matérias de cálculos;eu vivia dando umas dicas a ela sobre as matérias.

Sem maldade nenhuma eu era um jovem menino que gostava de jogos, brincadeiras e conversar com meus amigos da rua. A lágrima foi de emoção. "Lembram-se do casal Moacir e Nina, cuja mãe, Julieta, era parte integrante da vida sexual deles? Narrei isso no conto com igual nome, publicado há mais tempo. -Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai.