Namorada Rabuda Gostosa Sentando No Namorado

97 seg

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

97 seg

Categoria:

Tag: , , ,

Namorada Rabuda Gostosa Sentando No Namorado

Namorada Rabuda Gostosa Sentando No Namorado

Naquele momento, ali, com o pau do namorado da amiga na sua frente, tudo o que ela queria ela experimentá-lo em sua boca.

Liguei a torneira da banheira e fiquei de joelhos, ele sentou na quina e eu comecei mamar a rola dele, eu dava umas mordidas pela inexperiencia, mas ele falou que era normal…-Deixa eu meter nessa bundinha primo…ela eh tao gostosaNaquela epoca eu n tinha desenvolvido pelos, todos meus amigos tinham barba e eu la, todo lizo, oque deixou ele com mais tesao. Sara desceu e eu fiquei esperando, louco de tesão, e com um medo da porra de sermos descobertos pelo meu amigo e o namorado dela, permaneci de pé, com o pau latejando de vontade…quando Sara entra no quarto de novo…-Estamos sozinhos, o Alexandre terminou de lavar o carro e foi ao encontro de André, disse que voltam em 1 hora!Sara nem terminou a frase, pegou no meu pau e começou a me beijar, eu passava a mão naquela bunda gostosa, erguendo o vestidinho dela, estava com uma calcinha bem pequena, estava louco de tesão e estava prestes a comer a namorada e irmã dos meus amigos!!!-Ai Dani, que pau gostoso, ta muito duro, deixa eu te chupar gostoso deixa?! – pediuSara sentou na beira da cama e começou a lamber meu pau, passando a pontinha da lingua na cabecinha, molhando ele, eu ja estava delirando de tesão, implorando para ela colocar ele na boca, mas ela estava curtindo o momento, a safada sabia provocar como ninguem, passava a lingua por todo meu pau, olhando nos meus olhos, até que não aguentou e colocou na boca, e como chupava bem a danada…-Ai que pau gostoso, ficaria aqui o dia todo chupando essa rola grossa!Mas eu queria mais, e não tinhamos muito tempo, arranquei Sara do meu pau, tirei sua calcinha e comecei a chupar aquela bucetinha, que a essa hora ja estava molhada de tesão…-Que delicia, nossaaa como você chupa gostoso!Sara se contorcia, e pedia mais, não aguentou muito tempo e gozou na minha boca, eu estava cego de tanto tesão por ela, Sara gemia baixinho e por muitas vezes abafava os gemidos com o travesseiro que estava na cama. Certo dia eu cheguei em casa as 2 horas da manhã como de costume, entrei, tirei a camisa e não vi ninguém, achei estranho então fui ao nosso quarto, ao chegar lá me deparo com minha mulher totalmente nua sentando com força na pica dura de um homem jovem e bastante forte.

-Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai.