Morena Rabuda Gostosa no Motel Traindo o Corno ao som do Funk

visualizações

32 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

visualizações

32 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

Morena Rabuda Gostosa no Motel Traindo o Corno ao som do Funk

Morena Rabuda Gostosa no Motel Traindo o Corno ao som do Funk

Nossos corpos se encaixavam perfeitamente e ficava cada segundo melhor estar com aquela morena linda.

Depois de uns 3 meses q ficamos apenas ficando ele me pediu em namoro, e espero q dure "Agora era eu quem estava com tesao… Passei as mãos no peito dele, na barriga, fui descendo e sem ele pedir, fui logo tirando o short dele, que pelo visto já veio preparado, pois estava sem cueca…-Não adianta reclamar tia, vou meter no teu cu a rola inteira, o corno vai ficar olhando eu atravessar o teu rabo com minha pica gigante e não vai poder fazer nada, o corno vai ficar quetinho enquanto tu toma no cu, do jeito que merece, do jeito que uma vadia tem que levar no cu. – Natalia: Desculpe, você não quer almoçar comigo? (não sei como tive coragem de dizer isso)Sou o Nerd tenho 33 anos somos de sp capital e sempre fui muito tarado, porém muito discreto, em 2010 conheci a minha alma gêmea para o sexo… Vou chama lá de JJ, eu sempre olhava ela com desejos, admirava aquele corpo perfeito, peitinhos durinhos e bumbum empinado, bariga lisinha e cara de santinha, mas eu sabia que por trás de um rosto angelical tinha uma vadia, aos poucos fui me aproximando dela e pouco a pouco começamos a nos conhecer, falar coisas de trabalhos e das nossas vidas e em um belo dia de calor resolvemos tomar uma cerveja após o dia cansativo de trabalho, saímos da empresa e fomos para um bar e começamos a beber e falar sobre as nossas vidas e papo vai papo vem começamos a sair do limite e iniciamos um papo sobre sexo, ela me perguntou se atras de um rosto de nerd tinha um safado e eu falei que não seria um rosto de safado mas sim de um tarado, então eu perguntei para ela se atras de uma mocinha angelical teria uma vadia e ela com um sorriso safado me respondeu que sim e se eu gostaria de conhecer o outro lado da mocinha angelical? respondi imediatamente que sim e pedimos a conta e fomos para um Motel na Marginal Pinheiros de SP, chegamos lá já começamos a nos despir e ela imediatamente abaixou bem devagar pegou na minha rola e falou que era como ela imaginava, eu estava muito exitado com o pau extremamente duro e ela não demorou para iniciar umas belas chupadas com aquela boquinha carnuda, me chupava como nunca fui chupado, colocava toda a minha rola na boca até engasgar e tirava ela toda babada e me dava um sorriso de quem queria muito mais, aos poucos ela foi se soltando mais e mais e então ela virou de quatro e falou para eu bater com o meu pau na bunda dela, respondi imediatamente com um sorriso e iniciei as batidas de rola na bunda dela, aos poucos vi que o clima estava mais que quente e então iniciarmos uma foda animal, a JJ gemia muito, nunca ouvi uns gemidos tão altos e gostoso, isso me dava mais tesão e cada gemida era uma estocada mais e mais forte, fizemos um sexo gostoso em todas posições possíveis e imagináveis, então para finalizar ela debruçou na cama empinou aquele bumbum e me pediu para eu foder o seu cuzinho, mais que de pressa eu coloquei a cabeça do meu pau na portinha do cuzinho dela e comecei a colocar bem devagar, aos poucos ela foi relaxando e minha rola foi sumindo em seu cuzinho, começamos bem devagar e aos poucos fui aumentando as estocadas em seu bumbum e ela adorando a maneira em que eu esta fodendo aquele cú gemia muito, dei umas belas bombadas e depois de um bom tempo de foda ela começou a se masturbar e gemia mais e mais alto até gozar, depois que ela gozou muito ela me pediu para eu encher o rabinho dela de leite quente, isso me deu um tesão que na hora eu bombei mais forte e comecei a gozar como um louco… depois desta foda viramos dois putos, safados, transamos muito mais e em vários locais da empresa, mais estes outros eu vou contar para vcs nas próximas oportunidades.

Chegamos na garagem do prédio, vc estacionou e falou: muito bom o carro, adorei, aí calei sua boca com um belo beijo daqueles selvagens e vc me beijando loucamente em uma troca de línguas e eu passava a mão e fui levantando sua blusa tentando tirar e vc segurou e falou: deixa chegar no ap, falei: gostosa estamos transbordando de tesão, como vc ficava nos seus sarros com os carinhas dentro dos carros, não é? Vc: Haram!!! Eu não parava de te lizar e vc passava sua mão no meu pau por cima da calça e procurando abrir e conseguiu e segurou meu pau e escamou, ufaaa!!! Que grosso!! ficou me punhetano e eu Mamando seu peitos e minha mão passando na sua gostosa, vc já não tinha mais controle de tamanho tesão, eu beijando seu pescoço e falei no seu ouvido, vamos desafiar o perig o gostosa com nossa explosão do tesao e fui tirando sua blusa e vc falou: pode tirar, vamos sim neg ão safado, porque esta sensação do perigo com este negão safado me seduz.

a gente sabe que vc vai voltar putinha rabuda, e me comeram quase que diariamente por uns 40 dias….

Cheguei ao sitio la pelas 9h da manhã, tirei a roupa, pus um calção, botas e um chapeu de cowboy, e fui para o galpão onde cada animal tem o seu cercado, coloquei ração, depois fui rastelar o cercado da bezerra, ela é grande e bonita pelo liso, enquanto estou fazendo o serviço, a bezerra que estava comendo, levantou a cauda arcou as costas pra cima e começou a urinar, e eu como bom tarado que sou, fiquei olhando aquela bucetinha preta por fora e rosadinha por dentro, aberta mijando, quando ela terminou ficou contraindo a xana e com a cauda erguida, imediatamente comecei a passar o dedo na racha dela e no clitoris, que fica bem em baixo entre os labios vaginais, parece um grão de feijão, ela gostou pois continuo imovel e e de cauda erguida.