Morena Rabuda Deliciosa Tomando Pauzão Na Buceta Ao Som De Porque Eu Sou Brasileiro

30 seg

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

30 seg

Categoria:

Tag: , , ,

Morena Rabuda Deliciosa Tomando Pauzão Na Buceta Ao Som De Porque Eu Sou Brasileiro

Morena Rabuda Deliciosa Tomando Pauzão Na Buceta Ao Som De Porque Eu Sou Brasileiro

– “Ai, tesão… ahhhh, isso, gostoso… Vai, mete, mete esse pauzão… ahhhhh…,”, gemia Amanda. Terminei de lavar a porra que escorreu pelo meu peito e fomos para o quarto, então ele me jogou na cama e veio me beijando, depois desceu chupando meus peitos e foi beijando meu corpo até chegar na minha bucetinha, ele começou lambendo em volta e dando umas linguadinhas no meu clitóris, sem aguentar mais a provocação e cheia de tesão peguei a cabeça dele e enterrei no meio da minha buceta, fazendo ele chupar pra valer… Ele chupou muito gostoso por um bom tempo, até que não aguentei e gozei tremendo todinha.

"Sou um homem acima da media da maioria dos brasileiros, visitando minha vó em uma cidade do interior num dia de muito tédio, resolvi usar como distração meu celular através de aplicativo chamado imo, no qual notei que tinha uma pessoa diferente da minha usualidade, resolvi indagar para ver se conhecia, então para minha supresa era uma ex aluna de um tempos atras quando ainda era professor de ensino medio, bem que na epoca ja era super gamado nela pois alem de ser novinha tinha um corpo pelo qual sempre fui apaixonado, conversamos bastante pelo aplicativo, foi onde surgiu um boa oportunidade para comer aquela gostosa, “se um homem me deixa doida de tesão eu deixo ele fazer o que quiser comigo” quando terminei de ler isso resolvi conversar bem picante, dizendo a ela tudo que eu faria se tivesse ela por uma noite primeiro disse a ela q eu era dotado para nao ter susto, disse que começaria beijando o pescoço dela e apalpando todo o corpo dela encostaria ela na parede puxaria o cabelo dela e a comeria tão forte que ela não se lembraria que era comprometida. Ela estava com uma camisolinha branca, quase transparente, que realçava sua pele morena.

– vai chupa sua cadelinha vai titio, chupa com vontade me faz gozar nessa sua boca deliciosa.

-Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai.

Só sei que toda noite socava o pau na Márcia com vontade imaginando estar em cima da Flávinha,minha esposa desconfiada:-O que você anda fazendo seu safado…está tomando viagra?Não tinha escapatória, eu não sabia como ou de que jeito, mas eu tinha que comer minha sobrinha.

Meu pau tinha amolecido, mas grossas gotas de gosma escorriam dele e o filho da puta do oficial dizia que era porque eu estava gostando de tomar no cú.