Morena Mascarada E Ed Junior Em Uma Foda

Morena Mascarada E Ed Junior Em Uma Foda

Morena Mascarada E Ed Junior Em Uma Foda

Veja bem: não é para comer o entregador, só a pizza, viu?Rimos, ficamos na cama brincando até que nos avisaram que o entregador já ia até nosso quarto levar a pizza. Claro que eu cheguei bem pertinho dela, abracei-a forte, enchuguei suas lagrimas e dei-lhe um beijo… so que este foi carregado de amizade e consolo! Ficamos um bom tempo nos beijando, depois aconteceu algo que eu realmente nao esperava, mas que foi uma das melhore coisas da minha vida! Logo apos que nos beijamos, ela sorriu maliciosamente e disse: “agora e a minha vez, tambem quero!!!”Acessamos a Internet e começamos a procurar sites com histórias que poderíamos transformar em teatro, com o tempo foi tudo virando uma baderna só e ninguém queria mas saber de teatro. Ainda continuamos a nos falar e nos encontramos sempre mas até hoje o namorado dela não tem a menor idéia de quem é a estranha mascarada.

– Que isso lindinha, não me chama de Júnior, me chama de teu macho, e eu to com muita fome, mas fome disso aqui- e começou a esfregar seu pauzão na minha bunda. Tomamos um banho e combinamos que no outro dia de manhã eles voltariam então dormi ansiosa pelo outro dia. Ainda tô com 18 anos e vou me descrever novamente: cabelos pretos, um pouco abaixo dos ombros, corpo bacana pois eu malho, olho castanho escuro e morena, me considero atraente.

Vivi me comeu por uns 20 minutos, minha perna estava tremendo já.

Levantei ela e fui descendo minha boca, parando por um bom tempo em seus seios empinados e continuando em meu caminho até o seu algo a mais.

"Ela rebolava, cavalgava como louca desvairada e mordia minha orelha. Aquela massa de músculos mamou maravilhosamente, mordiscando meus mamilos e lambendo meus peitos inteiros, um por um, sem economizar saliva. Ele não se importou com o que eu já tinha feito e gostou de minha sinceridade e logo em seguida me levou na mansão onde morava com o pai, a mãe tinha falecido por problemas de doença, e me apresentou como sua namorada.

Meu pau ali, insistente, dizendo que queria chegar a algum lugar.