Madrasta Rabuda Sentando No Meninão Do Enteado Até Sair Leite Integral

5 min

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

5 min

Categoria:

Tag: , , ,

Madrasta Rabuda Sentando No Meninão Do Enteado Até Sair Leite Integral

Madrasta Rabuda Sentando No Meninão Do Enteado Até Sair Leite Integral

Outro detalhe importante para você entender o ocorrido é o seguinte: como disse, gosto de me masturbar, gosto do meu corpo, talvez um pouco narcisista, mas o importante é vocês saberem que gosto muito de bater uma boa punheta, alisando e admirando o meu pau, que considero bonito e meu companheiro de prazeres incontáveis, pois já comi muita mulher nesses meus 38 anos de vida. Na viagem de regresso perguntei á minha madrasta se a Luana poderia regressar um dia.

-Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai.

Renato apesar de enorme, nao era muito bom, mas mesmo assim saimos varias vezes ainda bebi muito leite dele. Ao chegar em sua residência ele tinha preparado um jantar especial, jantamos e ele foi me explicando a matéria enquanto bebíamos algumas taças de vinho tinto.

Mais uma vez ele se deitou sobre ela roçando a pica no rego dela.

LOGO MEUS ANSEIOS FORAM ATENDIDOS, QUANDO ELE ME ENFIOU DE VEZ UM PAU MÉDIO, MAIS PARA FINO, PORÉM DURO QUE NEM UMA ROCHA…E COMO SABIA USAR SEU MASTRO LUZIDIO, QUANTA DESTREZA COM AQUELE GOSTOSO INSTRUMENTO DE PRAZER! SEUS MOVIMENTOS FORAM AUMENTANDO DE INTENSIDADE, VELOCIDADE CADA VEZ MAIOR ATÉ QUE SOLTOU UM URRO JUNTO COM A EXPLOSÃO DE SEU GOZO…ENQUANTO ISSO, EU TINHA UM ORGASMO CONTINUADO, QUE NÃO QUERIA FINDAR…DE REPENTE A CHUVA PAROU E VOZES SE APROXIMAVAM…LEVANTAMOS, DEMOS BOA NOITE E NOS AFASTAMOS, VOLTANDO À VIDA REAL QUE CADA UM TINHA…INTERESSANTE NOTAR COMO O INESPERADO TRAZ SURPRESAS QUE NOS LEVAM A SITUAÇÕES TOTALMENTE INUSITADAS E CHEIAS DE TESÃO! BASTA NOS ENTREGARMOS AO DESTINO E CURTIR LOUCAMENTE O MOMENTO QUE NOS FOI PRESENTEADO…"Isabela usava uma calcinha normal, branca de algodão, quando foi para o colégio não imaginava que voltaria com o namorado, não tinha se preparado.

Não contei nada do que tinha visto, achei melhor assim.

Ele chegou à mesa e ela foi logo me apresentando pra ele, mas havíamos combinado de não nos apresentarmos com o nome verdadeiro.

Eu não tinha noção do potencial do meu corpo.