Filmou Tudo Bunduda Rabuda Gozando Com Colega De Trabalho Do Rio De Janeiro

2 min

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , ,

Filmou Tudo Bunduda Rabuda Gozando Com Colega De Trabalho Do Rio De Janeiro

Filmou Tudo Bunduda Rabuda Gozando Com Colega De Trabalho Do Rio De Janeiro

E vi Anastásia de costas vestindo seu vestidinho curto.

a gente sabe que vc vai voltar putinha rabuda, e me comeram quase que diariamente por uns 40 dias…. Depois pegou um sabonete e começou a passar nela. Parei de beijar ele fiquei de joelhos e comecei a chupar a piroca dele que gemia bem baixinho, passava a lingua na cabecinha e descia até as bolas depois engolia a piroca dele o maximo que podia até que senti o André gozando na minha boca.

Ao estacionar o carro, do estacionamento coletivo até o sobrado (apesar do guarda chuva nos molhamos todos).

”O pedido pegou as duas de surpresa, que juntas reagiram como se aquilo fosse impensável. Então mostrei-lhe um exemplo dessas amarrações para Ko, que é como irei referir-me a ela.

Saudações meu povo, meu nome é Guilherme, tenho 25 anos, moro no Rio de Janeiro e vou contar para vocês como foi o dia em que minha esposa na praia ficou me provocando, me deixando excitado e com vontade de foder ela. Depois ele pediu pra ela sentar na rola.

Era quase 8 horas e nada dele aparecer… Eu já estava na 4a ou 5a dose de whisky e Já pensava que ele não iria, um pouco triste pelo trabalho e gasto emocional que aquele episódio havia gerado.

?"A Bunduda do petshopMe mudei recentemente para um predio no centro da cidade, ao lado tem um petshop, umas semanas depois de me mudar p cá, passei no petshop, eis que me deparo com uma raimunda bunduda, com um shorts que mal cabia em sua bunda enorme. Eu sentei no sofá para ver melhor.

Minha buceta já estava encharcada, eu já estava quase gozando, mas me segurei. Enquanto ela dizia isso, Carlos, cuja expressão era uma máscara de tesão, finalmente conseguiu encaixar a cabeçorra na entrada de sua vagina e com uma estocada só meteu a metade de sua tora. Num belo Sábado, o meu telefone toca … e minha mãe vem me dizer que é a colega dela (Soninha) e que estava precisando da minha ajuda.