Espoda Adora Dar O Rabo Maravilhoso

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Espoda Adora Dar O Rabo Maravilhoso

Espoda Adora Dar O Rabo Maravilhoso

_ Hum, mas que cheiro gostoso é esse? Não acredito você quem fez essa delicia?_ Sim, macarronada especialmente para o pai mais maravilhoso do mundo!Disse dando uma mexida no macarrão me virei meu pai estava atrás de mim dei um abraço apertado nele com aquele cheiro de recém saído do banho cheirando a sabonete nossa que delicia, fui dar um beijo em sua bochecha, mas no movimento rápido acabei dando um selinho em seus lábios o soltei dos laços do meu abraço me afastei um pouco com a cabeça baixa e pedi desculpa bem envergonhado era a primeira vez que aquilo acontecia.

Ele me beijou enquanto me comia e eu cada vez mais entregue a fantasia do Moreno, chamando ele de meu macho, pedindo pra ele foder a putinha dele e que eu era uma puta que adorava a pica do meu macho.

Ele foi narrado pela Mari, que será uma das narradoras do nosso canal. Falta de coragem, e queria que quando isso acontecesse ele estivesse presente para ver a mulher loba que me transformei.

Eu estava divina, com um mini short, que valorizava bem as minhas coxas, e uma camisetinha.

Foi quando ela me disse, simples e claramente:– sabe qual foi a maior loucura que eu fiz esse ano? Dei em cima do sobrinho do meu cunhado!Demorei um pouco para perceber que o único sobrinho do único cunhado dela estava parado bem ali e era eu. rsrs"Para me recompensar, deitou me na cama depois de recuperar a respiração, sentou-se na minha frente e abriu as minhas pernas com as mãos, desceu a té minha buceta, me agarrou por baixo da bunda, deu uma mordidinha na minha coxa, que me fez arrepiar toda, soprou meu grelo, lambeu devagarinho de cima pra baixo até a entrada da xereca, enfiou a língua, subiu novamente e chupou meu grelo todo como se fosse bala que até estalava na boca, enquanto eu me agarrei com seu cabelo e cada vez que gemia, puxava, achei que ele ia arrancar um tufo.

Ela agora levava uma autêntica surra de línguas, uma pela frente e outra por trás.

Até semana passada trepávamos uma ou duas vezes por semana.